04 out 19

Mahindra mantém d'Ambrosio e Wehrlein na equipa, novo M6Electro com grupo motopropulsor desportivo influenciado pela ZF

A Mahindra Racing, a equipa do construtor indiano, revela o seu novo M6Electro, juntamente com a parceria com a empresa de engenharia alemã ZF para a produção de um novo grupo motopropulsor. Pascal Wehrlein e d'Ambrosio continuam na equipa durante mais uma temporada. 

Faltando semanas para o início dos testes de pré-temporada em Espanha, a Mahindra Racing confirma que Jérôme d'Ambrosio e Pascal Wehrlein permanecerão na equipa para o ABB FIA Formula E Championship 2019/20. 

 

Para além de revelar os pilotos, o construtor indiano revelou ainda o seu novo M6Electro que ostenta um grupo motopropulsor criado pela empresa de engenharia alemã ZF.

 

 

A empresa de tecnologia global irá ajudar no trabalho de desenvolvimento do chassi, com o fornecimento de amortecedores e com serviços de engenharia, enquanto já está em progresso o design e o fabrico da transmissão elétrica para a temporada de 2020/21. 

 

Para além do motor elétrico, o desenvolvimento inclui a transmissão de uma velocidade altamente eficiente e os componentes eletrónicos correspondentes.

 

"A Formula E é um excelente palco para a ZF demonstrar a qualidade e o desempenho das suas soluções de transmissão para a mobilidade elétrica do futuro", afirma Wolf-Henning Scheider, CEO da ZF Friedrichshafen AG. 

 

"Em mais nenhum campeonato de corridas se verifica uma transferência de experiência do automobilismo para o desenvolvimento de produção em série tão excelente como na Formula E. Contamos com uma cooperação bem-sucedida com a Mahindra Racing e demonstramos o nosso compromisso com a Índia enquanto importante mercado em crescimento."

 

Rostos familiares

Permanecendo com a equipa durante uma segunda temporada consecutiva, Jérôme d'Ambrosio conquistou o primeiro pódio da equipa na temporada de 2018/19 no E-Prix inaugural de Diriya. 

 

 

"Quero mesmo agradecer à Mahindra Racing pelo ano passado e estou super feliz por continuar com a equipa", afirma d'Ambrosio. 

 

"Sabemos que a segunda metade da temporada foi difícil, mas o facto de continuarmos todos juntos na sexta temporada significa que podemos regressar ainda mais fortes e lutar constantemente na frente pelas vitórias."

 

Após alcançar o pódio na Arábia Saudita, o piloto belga conquistou a sua primeira vitória pela equipa no evento seguinte em Marraquexe.

 

Após 12 corridas, Pascal Wehrlein embarca numa segunda campanha com a equipa. Na temporada de 2018/19, o piloto alemão assegurou o primeiro pódio na Formula E logo na sua segunda corrida e conquistou a sua primeira pole position no evento seguinte na Cidade do México. No mesmo evento, o que parecia ser uma vitória certa passou entre os dedos do novato, com Lucas di Grassi a roubar a vitória a apenas metros da linha de chegada. Equipado com um novo carro e a experiência de uma temporada, Wehrlein irá tentar conquistar a sua primeira vitória. 

 

 

"O ano passado foi a minha temporada de estreia e houve vários pontos positivos com os quais pude aprender e evoluir para a minha segunda temporada de Formula E", afirma Wehrlein. 

 

"A equipa tem um espírito muito positivo e otimista, dado que trabalhámos muito durante o verão, e estou mesmo ansioso por voltar a trabalhar com a equipa."

 

Fora dos carros, Nick Heidfield irá permanecer com a Mahindra Racing enquanto consultor e como piloto oficial de reserva e de testes da equipa. Pilotou o M6Electro durante a sua estreia na competitiva subida do Goodwood Festival of Speed 2019 – dois anos após quebrar o eRecord de monolugares com o M4Electro. O piloto belga Sam Dejonghe também continuará a trabalhar em estreita colaboração com a equipa enquanto piloto de simulação e de reserva.

 

"Estou entusiasmado com o facto de Jérôme e Pascal regressarem à equipa para a sexta temporada", afirma Dilbagh Gill, chefe de equipa. 

 

"A última temporada foi uma das mais competitivas na história da Formula E em termos da concorrência, mas acreditamos que temos uma das mais fortes seleções de pilotos para conseguir alcançar as nossas ambições para o campeonato. 

 

"Também tenho o prazer de dar as boas-vindas à ZF à família Mahindra Racing. Agora, temos do nosso lado um dos intervenientes globais mais bem-sucedidos no setor da mobilidade elétrica. 

 

"Ficamos muito impressionados com o desempenho da transmissão da ZF na temporada de Formula E anterior e juntos estaremos ainda melhor posicionados para continuar a alcançar o sucesso."