27 fev 21

Primeira Julius Baer Pole Position de Frijns antes da Etapa 2 em Diriyah em meio a um drama na classificação

Robin Frijns, da Envision Virgin Racing, voou baixo em uma volta perfeita na Super Pole e conquistou a Julius Baer Pole Position da Etapa 2 em Diriyah - dando sequência aos melhores tempos dele no FP3 e na classificação.

Robin Frijns voou baixo para conquistar sua primeira Julius Baer Pole Position na Fórmula E com uma volta perfeita na Super Pole para superar Sergio Sette Camara e Sam Bird, da Jaguar Racing.

Sette Camara (DRAGON/PENSKE AUTOSPORT) foi muitíssimo bem em sua volta rápida sendo o penúltimo piloto a entrar na pista para a Super Pole, mas Frijns não se deixou abalar enquanto percorria o circuito de rua de Riyadh e batia o brasileiro baixando o tempo em 0.289 segundo.

Pole de Frijns na Etapa 2 de Diriyah

O holandês, que até então carregava a marca indesejada de ter disputado mais corridas na Fórmula E sem uma Julius Baer Pole Position – uma sequência de 46 corridas –, mas, depois de liderar o FP3 e a classificação no grupo, ele parecia bem colocado para encerrar a maré de azar e o fez em grande estilo – com a apresentação perfeita na Etapa 2 nesta noite a partir das 20h03, hora local.

"É uma sensação muito boa comparada com ontem, quando largamos em último", disse Frijns. "Realmente não esperava isso antes de entrar no carro no FP3. Tivemos uma longa noite ontem, com muito trabalho, e funcionou.

"Estou muito feliz com o carro e com o que a equipe fez na noite passada. É a melhor posição. Sam e eu vamos nos divertir. Nós nos conhecemos muito bem e espero que possamos brincar um pouco! É tudo muito divertido, mas muito complicado. Uma única roda fora do trajeto, e pronto: você está fora. Não há espaço para errar."

"Estou muito contente", acrescentou Sette Camara. "Ontem senti que tínhamos potencial para estar na Super Pole. É difícil para todos acreditarem em algo depois de Berlim e eu realmente queria provar para todos que a DRAGON pode andar lá na frente.

"Provamos ser rápidos com os dois carros, fazendo a Super Pole e ambos mostramos ritmo, apesar de uma vantagem no grupo. Como ainda não temos o novo trem de força e optamos por usá-lo em Roma, isso vai ser uma desvantagem na corrida, além da minha experiência. Não é o meu ponto forte, mas estou tentando melhorar e tudo pode acontecer!"

Oliver Turvey parecia super rápido no setor final na volta rápida e compensou um pequeno erro no começo do terço inicial da volta para colocar seu NIO 333 na pole provisória 0,6 segundo acima da melhor marca inicial de Nico Mueller. A dupla acabou em quarto e sexto, respectivamente, dividida pelo companheiro de equipe de Turvey, Tom Blomqvist, colocando os dois NIOs entre os seis primeiros.

Drama na classificação do grupo

Antes da sessão, a direção de prova aprovou a decisão de que Mercedes-EQ e ROKiT Venturi Racing não teriam permissão para entrar na pista durante a sessão de classificação com a FIA exigindo uma investigação completa do incidente envolvendo Edo Mortara durante o FP3.

No Grupo 1, sem os carros equipados com trem de força Mercedes, Mitch Evans (Jaguar Racing) e Rene Rast (Audi Sport ABT Schaeffler) perderam a chance de volta de maneira dramática - deixando os chefes das equipes James Barclay e Allan McNish furiosos em seus respectivos boxes.

"Estamos no meio do pit lane, que não é o lugar ideal para saber exatamente quando sair", disse McNish. "Rene estava atrás de dois carros e perdeu a entrada por um décimo de segundo. É muito, muito frustrante.

"Há tanta coisa em jogo que, se não for até o limite, você se arriscará a ficar lá trás. Embora este seja o segundo dia, o circuito ainda melhora a cada carro que passa. É risco e recompensa. Quando há um grupo de carros próximo, você não consegue ter controle de tudo."

Quem saiu no começo sofreu, em geral, mais uma vez com a melhora da pista em Diriyah, que é sempre um aspecto muito importante. O atual campeão Antonio Felix da Costa (DS TECHEETAH) tinha conseguido assumir brevemente a liderança do Grupo 2 antes da tentativa de Turvey e acabou ficando em 10o com o companheiro de equipe Jean-Eric Vergne superando a volta do português para ficar com a sétima posição.

A Etapa 2 do E-Prix de Diriyah 2021 começa logo mais, às 20h03, hora local.

Dê uma olhada na classificação completa e em todos os detalhes da rodada dupla do E-Prix de Diriyah no Hub ao vivo