03 set 20

Barclay: "Com Evans e Bird, a Jaguar tem uma linha incrível de pilotos"

James Barclay, chefe da equipe Panasonic Jaguar Racing, sente que a fabricante britânica será capaz de alcançar “coisas maravilhosas” com Mitch Evans e Sam Bird na temporada 2020/21 da ABB FIA Fórmula E.

A primeira temporada do campeonato 2019/20 foi muito promissora para a equipe oficial Jaguar, com Mitch Evans conquistando a vitória no E-Prix da Cidade do México, além de uma pole position e um pódio em Santiago do Chile, que deixou o neozelandês em segundo lugar no campeonato após a rodada de Marraquexe.

No entanto, as seis corridas disputadas em Berlim que encerraram a competição após o hiato forçado pela pandemia do coronavírus viram a Jaguar muito longe de ser candidata ao título.

Evans mal conseguiu alguns sétimos lugares, enquanto James Calado e Tom Blomqvist, que dividiram a direção do segundo carro, não conseguiram marcar pontos.

Com isso, a Jaguar caiu para a sétima posição no campeonato de equipes, mesma vaga que Evans ocupou no campeonato de pilotos.

Mas a marca inglesa aspira escrever uma história diferente na sétima temporada. A busca por se estabelecer como uma equipe líder já começou com a chegada de Sam Bird da Envision Virgin Racing, o que pode chegar a significar uma grande vantagem para a equipe.

“Estamos muito animados com a entrada de Sam Bird na equipe, ele é alguém que em todas as temporadas da Fórmula E tem se mostrado como favorito, lutando por pódios”, disse Barclay, que o espera de braços abertos.

“Estamos muito entusiasmados com Mitch e Sam, temos uma linha incrível de pilotos. Desse ponto de vista, alguém incrivelmente ávido como Sam é algo que todo time deseja. Você quer um piloto com sede de vitória e acho que junto com Sam faremos uma grande parceria e conquistaremos coisas maravilhosas", acrescentou.

Evans, por sua vez, também está entusiasmado com a chegada do piloto britânico, que já soma nove vitórias em 19 pódios na Fórmula E.

“Eu conheço Sam há anos. Corri com ele na GP2 em 2013 e depois aqui na Fórmula E. Ele é um dos pilotos que tem que estar na Fórmula E. Ele teve muito sucesso nas últimas temporadas ”, disse.

“Será uma grande contribuição para a equipe. É última peça do quebra-cabeça que precisávamos para melhorar nosso nível nas corridas. Estou animado para que ele se junte a nós e espero que possamos trabalhar muito bem juntos ”, concluiu Evans.