29 jul 20

René Rast: "Meu objetivo principal é aprender o mais rápido possível"

René Rast é a mais recente incorporação da equipe Audi Sport ABT Schaeffler na ABB FIA Fórmula E para as seis rodadas de nove dias em Berlim. Veja quais são seus desejos e desafios.

René Rast está tendo dias muito ocupados em sua preparação para participar do festival de corridas que a Fórmula E realizará nos dias 5 e 6, 8 e 9 e 12 e 13 de agosto para completar o campeonato 2019/20, após o intervalo forçado que causou a pandemia do Coronavírus.

Apesar de ter disputado uma corrida na série de carros elétricos - precisamente em Tempelhof em 2016 para a Team Aguri - o piloto alemão, bicampeão do DTM, precisa assimilar muitas informações em um período muito curto de tempo antes de sair para a pista.

"Por um lado, é obviamente um grande desafio devido ao tempo limitado, mas, por outro, é uma boa oportunidade para aprender muito rápido e em um período muito curto de tempo", disse Rast.

"Obviamente, no passado, nunca houve uma oportunidade de aprender e percorrer tantos quilômetros em um período tão curto de tempo, então obviamente agora estou muito feliz por ter a oportunidade de vivenciar seis corridas de Fórmula E em nove dias", disse ele. 

Recentemente foram oficializados os três designs de pista que a série utilizará para suas seis corridas em Berlim. As primeiras duas rodadas, nos dias 5 e 6, serão com o design tradicional de Tempelhof, mas no sentido inverso; as próximas duas serão no design tradicional no mesmo sentido de sempre e as últimas duas corridas ocorrerão em uma pista com mudanças significativas em quase todo o percurso. 

“Espero que me permita uma entrada mais fácil na série, porque a pista (ao contrário) é nova para todos. E então espero que eu possa aprender muito e depois progredir para a segunda pista que todo mundo conhece. Fiz a maior parte da preparação (no simulador) na pista normal da Fórmula E, então isso também pode ser algo positivo para mim”, disse Rast.

Para Rast, o fato de a Fórmula E disputar treino, classificação e corrida é um dos maiores desafios à frente, pois é algo que ele nunca experimentou em nenhuma outra série.

"Ter apenas um tempo de treino muito curto e depois saltar para a classificação, em apenas uma volta, é certamente novo para mim. Assim como o desafio de gerenciamento energético da bateria durante a  corrida".

“Você precisa se adaptar e se concentrar em muitas coisas, muitos números no painel e se comunicar muito bem com a equipe para gerenciar o tráfego e a energia do seu carro, tudo ao mesmo tempo. Portanto, este será um novo desafio e certamente não será fácil", explicou.

Sobre seus objetivos em termos de resultados para as seis corridas em Berlim, o novo piloto da Audi comentou: “Meu objetivo principal é obviamente aprender o mais rápido possível e, se puder, gostaria de marcar alguns pontos. Esse é o objetivo: aprender e marcar pontos ”, finalizou o piloto de 33 anos.