29 fev 20

Da Costa domina Marrakesh, à frente de Vergne, em um pódio duplo da DS

O piloto da DS Techeetah e vencedor da corrida Antonio Felix da Costa e seu companheiro de equipe, Jean-Eric Vergne, conseguiram um pódio duplo para a DS em Marrakesh. Quem ficou entre os dois, em segundo, foi Max Guenther, da BMW i Andretti Motorsport, depois de uma corrida maluca em Marrakesh. Veja como tudo aconteceu. 

O piloto da DS Techeetah e pole Antonio Felix da Costa assumiu a liderança do E-Prix de Marrakesh 2020, seguido de perto pelo homem que o substituiu na BMW i Andretti Motorsport, Max Guenther, em segundo e por Nyck de Vries, da Mercedes-Benz EQ em terceiro. 

Largando em 11º, o atual campeão e piloto da DS Techeetah Jean-Eric Vergne chegou à sétima posição, correndo atrás da recuperação pela campanha do tricampeonato. Ao mesmo tempo, Nyck de Vries, da Mercedes, caiu da terceira para a última posição, ao cumprir um drive-through por ter usado excesso de energia na recuperação.    

André Lotterer, da TAG Heuer Porsche, chegou à terceira posição faltando 28 minutos para o final da prova. Com Da Costa ainda à frente, Guenther o seguia de perto, em segundo. 

Ainda ganhando posições, Vergne chegou a terceiro, ultrapassando seu ex-companheiro de equipe, Andre Lotterer, que caiu para quarto. Apesar de ter perdido a primeira sessão de treino, o atual campeão estava possivelmente diante de um pódio depois de largar fora dos dez primeiros. 

Brigando pela liderança, Max Guenther e da Costa, da BMW, mais uma vez se viram em uma disputa acirrada, em uma corrida roda com roda. Lembrando a corrida em Santiago apenas algumas semanas antes, a dupla entrou lado a lado na Curva 11. 

Faltando 19 minutos para o final, Guenther tomou a liderança de da Costa, que passou pela zona de ativação do MODO ATAQUE e recuperou a ponta com os 35 kW a mais. 

Atrás, Edoardo Mortara, da Rokit Venturi Racing, e Andre Lotterer, da Porsche, brigavam pelo quarto e pelo quinto lugares, ambos usando o MODO ATAQUE.  

Ainda ganhando posições, Vergne (em terceiro) atacou Guenther (em segundo), passando o piloto alemão por dentro da Curva 1 e assumindo o segundo lugar atrás de seu companheiro de equipe, da Costa, faltando seis minutos e uma volta para o final da corrida. Gunther, agora em terceiro, continuava à frente de Lotterer em quarto, com os dois pilotos alemães brigando por um lugar no pódio.    

Apesar de ter largado no fundo do grid, o piloto da Panasonic Jaguar Racing e líder do campeonato, Mitch Evans, tinha conseguido ganhar 18 posições nos momentos finais da corrida. O piloto Kiwi não marcou tempo na classificação, mas mais do que compensou o começo difícil com uma direção limpa e sensacional passando pelo pelotão. 

Com as duas DS Techeetah na ponta, Vergne se defendeu de vários ataques de Guenther em terceiro, o que consumiu uma energia preciosa dele até que o piloto da BMW conseguiu passar. Ainda bem à frente, da Costa recebeu a bandeira quadriculada, conquistando a primeira vitória da DS Techeetah na temporada 2019/20. Apesar de ter consumido toda a energia, Guenther conseguiu ultrapassar a linha de chegada em segundo, com Vergne logo atrás, em terceiro. 

Os resultados da corrida são provisórios no momento da publicação. Volte para conferir os resultados mais recentes aqui