29 fev 20

Da Costa na pole do confronto em Marrakesh, desastre para o líder Evans 

A estrela em ascensão da DS Techeetah, Antonio Felix da Costa, conquista a pole em Marrakesh, à frente de Guenther da BMW e de Lotterer da Porsche. No fundo do pelotão estará o líder do campeonato, Mitch Evans, depois de uma saída mal cronometrada dos boxes, que acabou sendo um desastre para o Kiwi, que não conseguiu fazer um tempo de classificação e o deixou no final do grid.  

Dando sequência à série de bons resultados com sua nova equipe, a DS Techeetah, foi Antonio Felix da Costa quem conquistou a Julius Baer Pole Position do E-Prix de Marrakesh 2020, apesar de ser um dos primeiros a sair no grupo de classificação. Logo atrás dele ficou o jovem candidato ao campeonato, Max Guenther, que perdeu o primeiro lugar por pouco. O piloto da BMW largará na primeira fila, em segundo.  

Apesar de conquistar a pole na Cidade do México, Andre Lotterer, da TAG Heuer Porsche, não conseguiu ficar com a primeira posição desta vez. O alemão ainda não venceu na Fórmula E, mas construiu uma boa base de pontos nesta temporada até aqui. O piloto titular da Porsche largará em terceiro, à frente de Nyck de Vries, da Mercedes-Benz EQ, de Edoardo Mortara, da Rokit Venturi Racing, e de Sebastian Buemi, da Nissan e.dams, que fecham os seis pilotos da Super Pole. 

Quem ficou por pouco fora da Super Pole foi o vencedor da corrida do ano passado, Jerome D'Ambrosio (Mahindra Racing), que larga em sétimo. Depois que ele e seu companheiro de equipe, Pascal Wehrlein, conseguiram escalar o pelotão na Cidade do México após uma penalização grave, largar entre os dez primeiros é uma melhoria e tanto para o piloto belga.  

Atrás de D'Ambrosio estão Alex Sims, da BMW i Andretti Motorsport, e Oliver Rowland, da Nissan e.dams, em oitavo e nono, enquanto James Calado, da Panasonic Jaguar Racing, fecha os dez primeiros. 

Depois de perder o Treino 1, o atual campeão Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) largará próximo do pelotão intermediário em 11º, à frente de Brendon Hartley, da Geox Dragon, e Lucas di Grassi, da Audi Sport Abt Schaeffler, em 13º. Ainda tentando entrar de fato no campeonato, di Grassi precisará brigar com o pelotão para chegar ao pódio e começar sua campanha pelo título.

Acertando a mureta em sua volta rápida, Robin Frijns, da Envision Virgin Racing, perdeu tempo na pista e largará em Marrakesh em 14º, à frente de seu companheiro de equipe, Sam Bird. 

Logo atrás de Bird vêm Pascal Wehrlein, da Mahindra Racing, e Nico Mueller, ex-recordista não oficial da pista de Marrakesh (Geox Dragon), em 17º. Stoffel Vandoorne, da Mercedes-Benz EQ, largará no fundo do pelotão, em 18º, à frente de Daniel Abt, da Audi, Oliver Turvey, da NIO 333, e Neel Jani, da TAG Heuer Porsche, em 21º. 

Bem atrás estão Felipe Massa, da Rokit Venturi Racing, e Ma Qinghua, da NIO 333, que larga em penúltimo.  Avaliando mal o tempo, o líder do campeonato, Mitch Evans, saiu para a volta de classificação tarde demais, cruzando a linha de largada quando as luzes já tinham ficado vermelhas. Frustrado com a decisão desastrosa da equipe, o Kiwi largará no fundo do pelotão, com a ameaça de perda da liderança do campeonato que ele conquistou após uma vitória na Cidade do México. 

Todos os resultados são provisórios no momento da publicação. Volte para conferir os resultados mais recentes.