08 dez 20

Mercedes: vencer em Berlim nos deu confiança para a 7ª Temporada

Ian James, chefe da Mercedes Benz EQ Fórmula E Team, garante que o 1-2 que a equipe conquistou no final da temporada passada em Berlim “nos deu confiança” para encarar o campeonato 2020-21.

A Mercedes entrou na ABB FIA Fórmula E como equipe oficial na última temporada, começando com um pódio duplo de Stoffel Vandoorne em Ad Diriyah, e em seguida terminou a competição com um contundente 1-2 na rodada final em Berlim, onde o belga se impôs seguido por Nyck de Vries, seu companheiro de equipe.

O resultado permitiu à Vandoorne chegar ao vice-campeonato, atrás de António Félix da Costa, enquanto a equipe ficou em terceiro lugar, atrás apenas da DS Techeetah e da Nissan e.dams.

Ao conversar com o FIAFormulaE.com na pré-temporada disputada dias atrás em Valência, Ian James destacou a base que a Mercedes construiu em sua primeira temporada na série.

“Acho que falar de uma boa base é a expressão mais adequada. Foi nossa temporada inaugural e era muito difícil saber o que esperar. Então, quando começamos bem na Arábia Saudita e conquistamos os dois primeiros pódios, foi obviamente um grande começo, e nos deu confiança para saber que podíamos ser competitivos."

“Depois disso tivemos algumas corridas nas que lutamos um pouco. Acho que isso mostra o tipo de natureza competitiva da Fórmula E e demonstra que você realmente precisa ter todos os elementos corretos para ter sucesso. Felizmente tudo funcionou naquela última corrida em Berlim com o 1-2, e isso nos deu confiança novamente para entrar na sétima temporada mas, ao mesmo tempo, mantendo os dois pés firmes no chão. Sabemos como vai ser difícil, sabemos que cada um de nossos concorrentes terá exatamente o mesmo objetivo. E isso é lutar pelos pódios e pelas vitórias nas corridas”, disse o chefe da Mercedes.

Junto com a DS Techeetah e a Nissan e.dams, a Mercedes é uma das três equipes que não mudaram de piloto para a temporada 2020-21 e James explica sua total confiança no que tanto Vandoorne quanto de Vries podem fazer.

"Tanto Stoffel (Vandoorne) quanto Nick (de Vries) fizeram um trabalho fenomenal na sexta temporada, acho que mostraram que mereciam seus lugares na equipe Mercedes Benz EQ Fórmula E."

“Stoffel obviamente fez sua segunda temporada, agora ele vai para a sua terceira, está acumulando essa experiência. Ambos são incrivelmente rápidos. Mas, ao mesmo tempo, os dois têm a inteligência necessária para trabalhar com os sistemas de gerenciamento de energia, para entender realmente as nuances da Fórmula E."

“Com Nick também, ele teve uma ótima temporada em sua estreia, agora também está entrando na sétima temporada com um grau de confiança que vem daí. Portanto, tenho grandes esperanças em relação aos dois ”, concluiu James.