08 ago 20

Da Costa lidera as folhas de tempos do Treino 1 no retorno ao tradicional circuito de Tempelhof em Berlim

Antonio Felix da Costa, da DS Techeetah, esteve à frente no Treino 1 na manhã de sábado, no retorno da configuração tradicional e conhecida em sentido anti-horário do circuito do Aeroporto Tempelhof em Berlim.

Mais uma vez, o piloto português fez a marca a ser batida com 1:06.831 no final da sessão, superando Jerome D'Ambrosio, da Mahindra Racing, por 0,084 segundo, embora a dupla tenha ficado três décimos à frente do restante do pelotão.

O icônico pátio em concreto do antigo campo aéreo recebeu uma camada de borracha depois que as obras de construção de ontem restabeleceram o layout tradicional, tendo sido percorrido em sentido contrário – algo inédito no automobilismo internacional – na primeira rodada dupla deste grande final de temporada com seis corridas em nove dias.

As temperaturas da pista e do ar subiram desde o meio da semana, quando uma onda de calor varreu a Europa. Seria preciso um pouco mais de cuidado por parte dos pilotos com pneus e baterias para manter as janelas de funcionamento ideais, com o desgaste extra de lidar com o calor incindindo diretamente sobre eles próprios dentro dos cockpits.

Como normalmente acontece nos treinos, boa parte do grupo aproveitou a maior parte da sessão para trabalhar sistemas, ajustes, acionamentos de FANBOOST e MODO ATAQUE, além dos perfis de consumo de energia, para garantir que tudo estivesse funcionando conforme o esperado – de acordo com o incansável trabalho de simulador. 

As voltas de classificação começaram mais ao final da sessão com Edo Mortara (ROKiT Venturi Racing) fazendo 1:07.212 – então o tempo mais rápido dele em quatro participações anteriores no calendário. Com 1:07.212, Sebastien Buemi fez a marca anterior na classificação da temporada passada.

Jerome D'Ambrosio, da Mahindra Racing, foi o primeiro a entrar na casa dos 1:06 e foi parar na primeira tela de tempos antes de da Costa entrar em cena. O piloto da DS tinha dois décimos de vantagem ao final do segundo setor e cruzou a linha mais rápido do que D'Ambrosio, embora o setor final do belga tenha sido bem mais limpo – com da Costa sofrendo com o tráfego e uma pequena travada na curva final.

A volta anterior de Mortara foi boa o suficiente para um terceiro lugar com Sam Bird (Envision Virgin Racing), Alex Lynn (Mahindra Racing) e Neel Jani (TAG Heuer Porsche) fechando os seis primeiros.

Stoffel Vandoorne (Mercedes-Benz EQ) terminou a sessão em oitavo enquanto aquele empatado na vice-liderança do campeonato com o belga, Lucas di Grassi, da Audi Sport ABT Schaeffler, acabou em um mau 14º lugar – com o carro saindo um pouco, o que será ajustado pela equipe antes do Treino 2.

O Treino 2 acontece às 11h45, horário local, com a classificação e a Super Pole começando a partir das 14h15. A largada da Etapa 8 será às 19h03, horário local, desta noite.

Treino 1 | Etapa 8 | E-Prix de Berlim 2020

Não perca nada do grande final inédito da temporada de seis corridas em nove dias da Fórmula E no Aeroporto Tempelhof de Berlim