03 out 19

Venturi deve usar trem de força Mercedes-Benz EQ na temporada 2019/20

Venturi Racing firma parceria com a Mercedes-Benz EQ para o trem de força antes da sexta temporada no ABB FIA Formula E Championship. Felipe Massa e Edoardo Mortara continuam na equipe.

No novo acordo entre as duas equipes, a Mercedes-Benz EQ Formula E Team fornece sistema de refrigeração, chassi traseiro, suspensão traseira, amortecedores, software, componentes eletrônicos e feixes de cabos – bem como o novo trem de força (inversor, motor, componentes do eixo traseiro e software de gerenciamento de energia) para a equipe de corrida monegasca. A nova tecnologia foi projetada e desenvolvida na unidade Mercedes-AMG High Performance Powertrains em Northampton, Reino Unido, que também desenvolve o trem de força híbrido campeão da Mercedes usado no programa de Fórmula 1. 

 

 

Com as cinco temporadas de experiência da Venturi na categoria de corrida de carros 100% elétricos e a capacidade técnica comprovada da Mercedes, a parceria é vista como sendo mutuamente benéfica para ambas as equipes. “Estamos orgulhosos em dar as boas-vindas à Mercedes-Benz na família Venturi como nossa parceira de trem de força na 6ª temporada", disse Gildo Pastor, presidente da Venturi Automobiles.

 

"Combinar nossa experiência em veículos elétricos de alto desempenho com o conhecimento técnico da Mercedes é um passo significativo para fortalecer nossa posição em uma categoria automobilística que está se tornando cada vez mais competitiva. 

 

"Estamos todos entusiasmados com essa nova era para a equipe e estou confiante de que este será o início de uma grande jornada com nossos novos colegas em Stuttgart e Brixworth."

 

Desde o início da quinta temporada da categoria, que marcou a estreia dos novos carros Gen2, as bases da relação da Venturi estavam na indicação de Susie Wolff como chefe da equipe. Sob o comando dela, a equipe comemorou sua primeira vitória na Fórmula E depois que Edoardo Mortara conquistou o primeiro lugar em uma corrida disputada no porto de Hong Kong. 

 

 

“Esse desenvolvimento é um passo significativo para a equipe e, com meu relacionamento de longa data com a Mercedes-Benz, eu me sinto muito confiante de que teremos uma parceria sólida com nossos novos fornecedores de trens de força", disse Wolff.  

 

"Avançamos muito na 5ª temporada, mas nossos planos para a 6ª temporada são ainda mais ambiciosos e estamos fazendo tudo ao nosso alcance para garantir a maior competitividade possível antes de seguirmos para a Arábia Saudita na abertura da temporada.” 

 

Já a equipe Mercedes-Benz EQ fez a transição antes da temporada 2019/20 para um time totalmente de fábrica da Mercedes-Benz após um ano correndo sob a marca HWA Racelab. Já com um pódio no currículo, a equipe pretende aprimorar os aprendizados e desafiar as equipes pelo título de construtores da temporada mais competitiva até hoje. 

 

“Estamos aproveitando o conhecimento que desenvolvemos ao longo da última década e o aplicando ao novo desafio da Fórmula E", disse Andy Cowell, diretor administrativo da Mercedes-AMG High Performance Powertrains.  

 

"Trabalhando com a Venturi Racing, poderemos aumentar nosso aprendizado em nossa temporada de estreia, e mais: com uma equipe bem estabelecida, que faz parte da categoria desde o primeiro ano. 

 

"As lições aprendidas e as tecnologias nas quais estamos trabalhando na pista também serão incorporadas ao desenvolvimento de veículos de rua ao longo do tempo, para que toda a família Mercedes-Benz se beneficie como resultado.” 

 

 

Dupla de pilotos inalterada  

Embora as áreas técnicas da equipe devam mudar drasticamente antes da abertura da temporada na Arábia Saudita, em 22 de novembro, a dupla de pilotos da Venturi continua a mesma. 

 

Após seu primeiro ano completo na Fórmula E, Felipe Massa continua na equipe ao lado de Edoardo Mortara. Para Massa, um pódio em casa, em Mônaco, marcou um momento de emoção na categoria para o brasileiro, e uma vitória para Mortara em Hong Kong aumentou a sequência de feitos no automobilismo na Ásia. 

 

“Outro grande motivo de orgulho para a equipe está na dupla de pilotos, que permanece inalterada na próxima temporada", disse Pastor. 

 

 

"Estamos ansiosos para desenvolver a habilidade, a experiência e a velocidade de Felipe Massa e Edoardo Mortara – dois pilotos incrivelmente talentosos e determinados. 

 

"Mal posso esperar para ver essas cinco luzes vermelhas apagando em Diriyah em novembro próximo, sinalizando o início do que tenho certeza de que será uma colaboração bem-sucedida entre a Venturi e a Mercedes-Benz.”