11 jul 19

Da pista para as ruas e vice-versa, é disso que se trata a Formula E

A categoria de carros 100% elétricos está sendo um grande laboratório para o avanço tecnológico dos veículos elétricos através de corridas automobilísticas.

A Formula E, que no fim de semana dos dias 13 e 14 de julho encerrará seu quinto campeonato com duas corridas na cidade de Nova York, nasceu com a premissa de conscientizar sobre o cuidado do meio ambiente e promover o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis.

Rapidamente as montadoras do mundo todo captaram a mensagem proposta pela Formula E e hoje grandes marcas, tais como Audi, Nissan, BM, Jaguar, entre outras, também apresentam seus veículos no campeonato elétrico. Além do mais, na próxima temporada 2019 / 20 também participarão a Mercedes-Benz e a Porsche, que não querem ficar de fora da "corrida elétrica".

A razão pela qual tanto a Mercedes quanto a Porsche e os demais fabricantes presentes na Formula E fazem parte da série é para poder estar na vanguarda do desenvolvimento de tecnologias sustentáveis, que logo podem ser transladadas dos carros de produção aos carros de corrida e vice-versa.

"Entramos nesta categoria da Formula E pela inovação no desenvolvimento do Powertrain e ao sermos uma marca com bastante experiência em carros de produção, queríamos trazer um pouco dessa tecnologia para o desenvolvimento do carro de Formula E", explica Michael Cárcamo, diretor global da Nissan Motorsport.

"Acreditamos que não é tanto na parte do hardware, mas sim na parte do software, na parte dos sistemas de controle e as estratégias energéticas. Isso é algo que podemos passar diretamente da produção para o veículo de corrida".

"E obviamente nas corridas é possível aprender mais sobre os extremos da calibração e poder usar isso nos veículos de produção.", concluiu Cárcamo.

A Formula E torna-se cada dia mais complexa diante da crescente disputa entre as marcas de automóveis para mostrar quem oferece a melhor tecnologia em carros elétricos, para que logo seus clientes possam aproveitar a tecnologia dos carros elétricos nas ruas.