Jean-Éric

Vergne

#25

Todas as estatísticas de tempo

Corridas

82

Vitórias

10

Pódios

25

Participe. Dê um power boost a "JEV" na próxima corrida

O francês Jean-Eric Vergne fez história depois de se tornar o primeiro bicampeão na Fórmula E após suas campanhas vencedoras em 2017/18 e 2018/19. Ele está em busca do terceiro, voltando ao lado do atual campeão e companheiro de equipe Antonio Felix da Costa pela DS TECHEETAH em 2020/21.

Com uma longa história na Fórmula E que remonta à primeira temporada de 2014/15, Jean-Eric Vergne - mais carinhosamente conhecido como JEV - é o único piloto da categoria a ter conquistado mais de um título, campeonatos consecutivos, ambos conquistados pela equipe atual, a DS TECHEETAH.

A carreira de JEV no automobilismo começou mais cedo do que a da maioria, quando participou da primeira corrida de kart em 2000 com apenas quatro anos de idade. á em corridas de monopostos pela Fórmula Renault, em 2007, não demorou muito para que o francês garantisse o apoio da Red Bull e foi admitido em sua Equipe Júnior. 

Com o apoio da equipe, ele conquistou o campeonato da F3 britânica em 2010 antes de fazer sua estreia nos testes da Fórmula 1 pela Toro Rosso nesse mesmo ano. Ele foi vice-campeão de Fórmula Renault na categoria 3.5 em 2011, o que lhe valeu a oportunidade de testar pela Red Bull Racing na Fórmula 1, ganhando vaga na equipe irmã - a Scuderia Toro Rosso. Nas três temporadas seguintes, Vergne participou de 58 grandes prêmios, marcando 51 pontos e garantindo como melhor resultado um sexto lugar.

Após uma saída controversa na Fórmula 1 em 2014, JEV entrou na Fórmula E pela Andretti na temporada de estreia da categoria. Apesar de uma estreia impressionante pela equipe norte-americana, o francês foi para a equipe Virgin Racing em sua segunda temporada. Embora a mudança tenha permitido que ele aumentasse o número de poles, a vitória ainda estava distante para Vergne.

Outra mudança de cenário veio na terceira temporada, quando foi para a TECHEETAH. Foi só na etapa final da temporada que ele finalmente conseguiu sua primeira grande vitória em Montreal. Permanecendo na equipe na temporada 2017/18, JEV continuou em alta. Com quatro vitórias e seis pódios, ele despontou para o título e acabou conquistando seu primeiro campeonato de pilotos da Fórmula E no grande final da temporada em Nova York. 

Tentando manter o título, Vergne foi para sua quinta temporada na Fórmula E pela nova equipe de fábrica, a DS TECHEETAH, com a marca automotiva francesa entrando no grid. Apesar de um trem de força potente, JEV lutou durante uma temporada cheia de altos e baixos na qual a briga pelo título acabou no grande final na cidade de Nova York.

Com quatro candidatos ao título com chances de conquistar o maior feito, foi Vergne quem manteve os nervos no lugar e saiu vitorioso da batalha no Brooklyn, fazendo história como o primeiro bicampeão da categoria. O francês queria fazer um hat-trick na Temporada 6, mas o novo companheiro de equipe, Antonio Felix da Costa, acabou com seu sonho de garantir mais um título.

Vergne está tão entusiasmado quanto qualquer piloto e, com o carro vencedor, ele está muito motivado e com uma chance tão boa quanto a de qualquer outro de receber a bandeira quadriculada ao final da temporada. Mas, com um dos grids mais competitivos da história do automobilismo pela frente na Temporada 7, além do atual campeão do outro lado do box, isso não será fácil.

A jornada de Vergne até o topo

Jean-Eric Vergne começa com os altos e baixos de sua carreira até o momento nos níveis mais altos do automobilismo

MAIS PERFIS